NOVIDADES, TENDÊNCIAS, PESQUISA

Investimos em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. Estamos sempre conectados com as últimas tendências e acompanhamos todas as novidades. Tudo para que você tenha a melhor experiência com painéis em madeira.

Você sabe armazenar painéis de madeira corretamente?

Com a competitividade do mercado, oferecer serviços de qualidade é uma ação essencial para quem deseja se manter em destaque. No setor moveleiro, não é diferente. E não basta estar somente atento às necessidades dos clientes. A busca por excelência exige cuidados que vão desde questões mais elaboradas, como o pós venda, até as mais simples, como o processo de armazenar painéis de madeira.

Produtos bem transportados e armazenados evitam o desperdício de recursos e materiais avariados. Além disso, o domínio de técnicas de armazenagem assegura a durabilidade do material, fator imprescindível para garantir o bom acabamento dos móveis que serão comercializados.

 

5 orientações para armazenar seus painéis

A Berneck tem como objetivo assegurar aos clientes, que nenhum de seus produtos seja carregado com avaria. Esse é um compromisso que assegura a qualidade dos painéis. Veja mais detalhes no documento GARANTIA BERNECK.

Cuidado no recebimento e manuseio correto dos painéis de madeira MDF e MDP

1) Cuidados no recebimento

A atenção ao processo de armazenamento dos painéis deve começar no ato do recebimento. Segundo Riverson Tobias do Vale, marceneiro e técnico do SENAI PR, uma simples inspeção na mercadoria pode evitar muitos problemas.

“Ao descarregar é importante verificar se as chapas não estão riscadas nas faces, amassadas ou lascadas nas extremidades, devido à má amarração da carga”, afirma o profissional. Desde modo, as notificações feitas à respeito de qualquer tipo de avaria, podem ser identificadas, para que posteriormente sejam apuradas as responsabilidades.

 

2) Manuseio correto para diferentes quantidades

Quando transportadas em grandes quantidades, recomenda-se que as chapas sejam manuseadas com empilhadeiras ou equipamentos similares, a fim de evitar choques nas extremidades dos produtos. Já para transportar quantias menores, aconselha-se que a movimentação seja feita sempre em duas pessoas.

Cuidado com ambientes muito quentes ou úmidos para armazena painéis de madeira

3) Ambientes muito quentes ou úmidos prejudicam os painéis

Os painéis de madeira reconstituídos são produtos higroscópicos. Isso quer dizer que eles estão sujeitos à alterações conforme as condições do ambiente em que se encontram. Uma armazenagem correta exige um local que não seja vulnerável às intempéries, longe de fontes de calor e umidade.

“A incidência direta de sol nos painéis pode gerar deformações. Ambientes quentes provocam perdas de umidade maior na face exposta do produto, o que gera desequilíbrio da chapa e consequentemente leva o produto ao empenamento” afirma Riverson Vale.

 

4) O que fazer para conservar melhor?

Agrupamento em forma de pallet, na posição horizontal e em piso plano – sem contato direto com o chão. De uma maneira bastante resumida, esse é o segredo para um boa armazenagem. Assim como no transporte, as chapas devem ser sempre do mesmo padrão, tamanho e espessura e precisam estar perfeitamente alinhadas, para que os cantos não sejam danificados.

Já para evitar deformações decorrentes do empilhamento, Riverson Vale afirma que é preciso estar atento aos apoios. “As chapas devem ser mantidas em pallets do mesmo tamanho, com a menor distância possível. Em painéis mais finos, por exemplo, a distância máxima deve ser de 60 cm entre os calços”, atenta.

A quantidade de pallets que podem ser empilhados também varia de acordo com o tipo de painel. Para painéis de HDF, com espessura de 2,5 a 6 mm, o limite é de 10 pallets sobrepostos, enquanto o MDF é de 12 e o MDP apenas 10 pallets.

 Assegure a qualidade dos painéis de madeira e tenha mais rentabilidade

5) Ao armazenar, não esquecer das particularidades

Mais importante do que seguir a risca todas as dicas citadas acima, para o técnico do SENAI, Riverson Vale, é preciso analisar o que se adapta melhor a cada empresa. “Produções sob medida tem uma variação grande de projetos. Consequentemente terão mais diversificação de material e movimentação de chapas, o que aumenta os riscos de peças descartadas. Já em produções seriadas e de móveis planejados/modulares, o padrão de movimentação ocorre de maneira mecânica ou automatizada. Isso diminui os erros de descarregamento e transporte, por exemplo”, conclui.

Deixe uma resposta