NOVIDADES, TENDÊNCIAS, PESQUISA

Investimos em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. Estamos sempre conectados com as últimas tendências e acompanhamos todas as novidades. Tudo para que você tenha a melhor experiência com painéis em madeira.

Marcenaria para lofts. Confira dicas e soluções multifuncionais

Integrar ambientes já não é mais só uma tendência. De uns anos para cá, conectar as áreas sociais da casa se tornou uma estratégia comum em lofts e apartamentos com metragens reduzidas, sendo que a marcenaria ganhou papel fundamental nesse processo. Contudo, o grande desafio é aproveitar os espaços com inteligência e conseguir com que eles sejam multifuncionais, criando conforto e atendendo aos anseios do(s) morador(es).

A integração, geralmente proposta nos lofts, é muito bem-vinda pela sua praticidade e forma de aproveitar o espaço. Porém, em plantas abertas, especialmente se o loft tem um mezanino, é preciso delimitar a área de cada cômodo, de acordo com as suas funções. Essa marcação pode ser feita a partir da marcenaria, mobiliário solto ou até mesmo pelo uso de tapetes e trocas de revestimentos / cores.

 

Flavia Bonet projetou o Studio Do Jovem Casal revestindo o loft com o padrão Frassino Whiskey
Projeto Quarto do Casal, da arquiteta Flavia Bonet com o padrão Frassino Whiskey. Foto: Marcelo Stammer

 

Marcenaria é trunfo para ambientes multifuncionais

Os móveis sob medida integram o ambiente e produzem uma unidade estética. Além disso, aproveitam todo o espaço disponível, o que é fundamental para residências menores em que o foco é a otimização de todos os cômodos e ambientes. E se você ainda tem dúvidas sobre o potencial da marcenaria, reunimos 9 dicas para melhorar a circulação, ganhar espaço, destacar ou esconder ambientes e objetos. Confira!

Todas as dicas foram extraídas de entrevistas e conversas com os arquitetos Décio Navarro, Marina Carvalho e Maurício Arruda; Kleber Alves (arquiteto e marceneiro), Camila Bianchi (sócia da Maria Joaquina Marcenaria) e SP Estúdio Arquitetura.

 

Para ambientes integrados, um grande balcão ajuda a organizar o ambiente e cria a sensação de amplitude

Projeto Casa da Fabi, do SP Estudio Arquitetura. Marcenaria com o padrão Nogal Sevilha. Foto: Caca Bratke

 

Móveis que ampliam

Para ambientes integrados, um grande balcão ajuda a organizar o ambiente e cria a sensação de amplitude. O escritório SP Estúdio utilizou essa solução, criando um aparador com o padrão Nogal Sevilha que percorre toda a sala, abrigando diferentes itens, e o uso de futons permite criar pequenas áreas de assento.

Serralheria + prateleira suspensa

Solução para a cozinha, essa opção permite criar espaço de armazenamento sem impedir a integração visual entre os ambientes ou prejudicar a iluminação natural.

Portas que integram e separam

A integração dos ambientes é quase obrigatória em pequenas metragens, mas portas de correr – de maneira que fiquem embutidas quando abertas – mantêm a sensação de amplitude e ajudam a garantir a privacidade ao dormitório quando necessário. Confira sugestões nos posts listados abaixo, nos projetos publicados no Instagram da Berneck.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Berneck SA Painéis e Serrados (@berneckoficial) em

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Berneck SA Painéis e Serrados (@berneckoficial) em

 

Espaços flexíveis

Estantes / armários onde a TV pode girar de um lado para o outro, podendo ser assistida no quarto ou na sala, é outra solução para gerar flexibilidade e bom aproveitamento nos lofts e apartamentos.

Sala de TV e brinquedoteca

Enquanto os pais curtem seus filmes e séries, as crianças podem se divertir no mesmo ambiente. Para isso, é preciso projetar a sala de TV e brinquedoteca de uma maneira diferente. Como? Desenhando um móvel prático e funcional, que acomode baús com rodízios abaixo da estrutura da TV. O degradê de cores nos baús também pode dar um toque especial à marcenaria e decoração, e eles podem acomodar puffs para receber mais convidados e dar opções de assentos extras.

 

 

Marcenaria inteligente

Na sala de jantar, o banco da mesa também pode esconder um baú no assento, além de acomodar um pequeno armário ao fundo, para guardar taças, copos e pequenos utensílios. A marcenaria pode também camuflar ou servir de encaixe perfeito (poupa um bom espaço!) para móveis multiuso, como uma mesa dobrável ou banquetas.

Espelhos

Para trazer a sensação de amplitude, uma ideia é recorrer a um espelho de corpo inteiro. Além de ser útil na hora de se vestir, ele criará profundidade no ambiente. No banheiro, o espelho-armário também funciona bem para acomodar os pequenos itens de higiene pessoal e beleza.

 

A estante de MDF ou MDP em “L” também pode ser uma excelente alternativa para lofts e apartamento com pequenas metragensProjeto SP Estudio, Veritê Perdizes. Foto: Nathalie Artaxo

 

Estante em L ou vazadas

A estante de MDF ou MDP em “L” também pode ser uma excelente alternativa para lofts e apartamento com pequenas metragens. De um lado podem ser instalados TV e equipamentos de som, além de acomodar livros e objetos, e a louça / adega na outra parte. Já as estantes vazadas podem fazer a divisão de ambientes com muito estilo, além de ampliarem a possibilidade de guardar objetos e ainda dar personalidade à casa.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Berneck SA Painéis e Serrados (@berneckoficial) em

 

Cozinha funcional

Priorize armários inferiores com grandes gavetas, para melhor ergonomia e aproveitamento do espaço interno nos lofts e imóveis de pequena metragem. Se preferir, adote o sistema de gavetas dentro de gavetões – o que ajuda a deixar o desenho mais clean e longitudinal. Gavetas devem permitir que você enxergue todos os itens. Uma torre área ou prateleiras suspensas podem ser usadas para alimentos ou eletrodomésticos. O importante é a marcenaria organizar o espaço, setorizando despensa, armazenamento, área de pia e preparação de alimentos. Os painéis madeirados ou unicolores também podem combinar com a proposta da sala, quando em plano aberto.

Abaixo, projetos de cozinhas da arquiteta Claudia Albertini com o padrão Savana e Estúdio Creare com os padrões Frassino Almendra e Metallic Suede.

 Cozinhas funcionais no lofts. Projeto de Claudia Albertini com o projeto SavanaFotos: Demian Golovaty e Camila Santos

 

Uma gaveta dentro de outra gaveta, para o móvel ficar com uma estética mais limpa, permite ainda melhor disposição dos pertences nos loftsFotos: Blum, Hettich e Pinterest

 

Soluções de marcenaria para agregar valor aos lofts

O arquiteto Maurício Arruda, do programa Decora, também ensina a decorar um apartamento pequeno, de 48 m², do zero. “Cada centímetro que você tiver disponível vale ouro. Não adianta encher o apartamento de espelho para ele parecer maior. É preciso encher ele de soluções inteligentes, para você armazenar e organizar tudo que você tem”, explica.

 

Deixe uma resposta