NOVIDADES, TENDÊNCIAS, PESQUISA

Investimos em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos. Estamos sempre conectados com as últimas tendências e acompanhamos todas as novidades. Tudo para que você tenha a melhor experiência com painéis em madeira.

MDP, MDF ou HDF: qual a melhor escolha?

Na hora de montar um projeto de interiores ou fabricar um móvel, dúvidas na escolha de matérias-primas, cores e texturas são comuns. O mesmo podemos dizer da escolha de painéis de madeira, como MDF, MDP ou HDF, entre outros. Seja para casa ou escritório, esse detalhe faz grande diferença neste momento e, além da qualidade dos produtos escolhidos, é importante entender o potencial e finalidade de cada um.

De antemão, é certo dizer que a união desses três painéis permite alcançar excelentes resultados.

Mas, afinal, o que define a qualidade de um móvel? Para o marceneiro e técnico do SENAI, Riverson Tobias do Vale, o principal fator é o conhecimento. Saber qual material se encaixa melhor em cada situação, escolher de maneira adequada o uso das ferramentas a serem utilizadas e ter a tecnologia como aliada. Para o profissional, são esses os elementos que ajudam, e muito, na produção de móveis seguros e duradouros.

 

Casa Cor PR 2016 - Projeto da arquiteta Carla Grudtner - Estar íntimo da família - padrões Frassino Stone e Frassino Almendra

Casa Cor PR 2017 – Samara Barbosa- com o projeto Home Theater – Padrão Frassino Whiskey

 

Conhecendo os painéis de MDF, MDP e HDF

Além da madeira serrada e maciça, existem diferentes opções de painéis de madeira para a fabricação de móveis em série ou sob medida. Os mais utilizados, hoje, são MDP, MDF e HDF. Ambos apresentam aplicações bastante distintas, mas todos podem compor o mesmo mobiliário.

“Ainda temos muita “desinformação” e mitos sobre esse assunto. É preciso quebrar barreiras, estudar as recomendações de fabricantes e testar produtos na fábrica, para conhecer como cada produto se comporta. O fornecedor do painel é o melhor caminho para esclarecer dúvidas, ainda que existam inúmeros grupos de divulgação na internet”, explica Ademir Coimbra, gerente de vendas da Berneck.

O exemplo mais comum, detalha o profissional, é a comparação entre aglomerado e MDP. “São produtos distintos e esta comparação é completamente errada. Além disso, nem todas as informações que se encontram na internet trazem dados corretos, mesmo entre profissionais”, acrescenta Coimbra.

 

Os painéis de MDP, MDF e HDF apresentam aplicações distintas, mas todos podem compor o mesmo mobiliário

Casa Cor PR 2016 – Arquiteto Luiz Maganhoto e Daniel Casagrande – Padrões BP Faia e Preto TX

 

MDP (Medium Density Particleboard) 

Painel de madeira formado por partículas de madeira de média densidade, é também o mais consumido no mundo. É produzido em prensas contínuas de última geração, sendo um dos produtos mais tecnológicos e econômicos para produção de móveis de linhas retas ou que precisam receber pinturas e revestimentos de qualquer material. Destaca-se ainda pela menor absorção superficial, assegurada pela perfeita distribuição das partículas de madeira no painel.

Muitas vezes confundido com o antigo aglomerado (o que é um erro!), o MDP apresenta excelente resultado em móveis para dormitórios, escritórios, cozinhas, painéis para decoração. Ou ainda em prateleiras, tampos e base superior/inferior. Segundo Riverson Vale, com o manuseio correto e dispositivos de montagem, “pode ser montado e desmontado quantas vezes for necessário”.

 

O MDP é o painel de madeira mais consumido no mundo. Destaca-se ainda pela menor absorção superficial

 

MDF (Medium Density Fiberboard) 

Ideal para processos de usinagem e baixo relevo, o MDF é formado por fibras unidas de média densidade. É esta característica, além do uso de mais resina na prensa do painel, que acaba distinguindo o valor de preço do MDF e do MDP. Produzido a partir de madeira Pinus, o painel possui coloração clara e grande maleabilidade, que garantem ótimas condições para corte, entalhes ou cantos arredondados para a aplicação de pintura.

Pode ser usado em todos os tipos de móveis, desde peças que necessitem de usinagens mais detalhadas até trabalhos mais simples. Também é utilizado em embalagens, construção civil e peças de artesanato.

 

O MDF é ideal para processos de usinagem e baixo relevo, o MDF é formado por fibras unidas de média densidade

 

HDF (High Density Fiberboard) 

Também é um painel de madeira industrializada, mas com densidade mais alta. O HDF é produzido com fibras de madeiras selecionadas, com resina termofixada por pressão e alta temperatura, o que garante estabilidade dimensional, superfície uniforme e lisa.

Por seu custo-benefício, seu uso está muito associado na utilização de fundo de móveis, lateral e fundo de gavetas. Mas é possível aplicar o painel em capas de portas, peças curvas, pequenos nichos ou mesmo na fabricação de painéis do tipo colmeias. Sua espessura varia entre 2,5 mm e 6 mm, e oferece boa capacidade de corte e usinagem.

 

Pelo custo-benefício, o uso do HDF está muito associado na utilização de fundo de móveis, lateral e fundo de gavetas

 

Painéis da Linha Plus

Para áreas úmidas, a Berneck dispõe de uma linha completa na versão Plus. Os painéis HDF, MDP e MDF dessa linha têm tratamento adicional para maior proteção contra umidade e ataque de cupins. São ideais para ambientes residenciais e comerciais, como cozinhas, banheiros e lavanderias. Também são  indicados para uso em regiões de alta umidade relativa do ar, como praias e regiões serranas. Veja todos os detalhes neste link.

 

Linha Plus: a Berneck conta ainda com uma linha completa de painéis HDF, MDP e MDF para áreas úmidas

 

Quer saber mais?

Este artigo e a explicação dos profissionais deixam claro que para garantir competitividade ao produto final, sem perder a qualidade, um móvel deve sempre aliar o seu design às características técnicas dos painéis disponíveis para sua fabricação. Por isso, tanto MDP quanto MDF e o HDF (chapas finas) devem fazer parte de um móvel bem projetado. Veja alguns exemplos aqui.

Vale ressaltar, é sempre importante que as bordas dos painéis sejam protegidas com fitas de borda adequadas. Isso eleva a qualidade do móvel e ambiente, aumenta a durabilidade do produto. Para projetos mais ousados, é possível ainda criar diferenciais interessantes com a combinação de cores e padrões.

No documentário “Investigação MDP x MDF”, além das principais características de cada painel, especialistas do ramo desmistificam as lendas e desconstroem alguns preconceitos no mercado. Vale a pena conferir!

 

Deixe uma resposta